skip to Main Content

O FCL-SP, representado por sua Comissão de Gestão e pela coordenação das suas Redes de Pesquisa de Psicanálise e Saúde Pública, Psicanálise e Infância, e Psicose, vem somar-se à diversas outras entidades da sociedade na denúncia do retrocesso científico e da precarização do atendimento em saúde mental, implicados pela NOTA TÉCNICA Nº 11/2019 – CGMAD/DAPES/SAS/MS da Coordenação-Geral de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas – CGMAD, que modifica a Política Nacional de Saúde Mental e as Diretrizes da Política Nacional sobre Drogas. Alerta a todos sobre as graves consequências para a saúde da população que advirão dessas modificações. Mudanças, estas, elaboradas sem a devida atenção e à revelia da produção e das propostas das mais respeitadas entidades científicas que investigam e elaboram orientações sobre o atendimento em saúde mental. Mais do que isto, nós do Campo Lacaniano entendemos que a proposta contida nessa Nota Técnica deste Ministério da Saúde vai contra a ética e a política da psicanálise, fundamentais na direção do tratamento dos sujeitos. Segue o link para o artigo “Nota do Ministério da Saúde é um ataque à lei da Reforma Psiquiátrica” já publicado pela Comissão de Direitos Humanos da OAB-SP, que detalha os riscos desse “imenso e trágico retrocesso”, artigo que foi elaborado pela psicanalista Ana Laura Prates Pacheco, AME do Fórum do Campo Lacaniano de São Paulo.

https://jornalggn.com.br/saude-mental/nota-do-ministerio-da-saude-e-um-ataque-a-lei-da-reforma-psiquiatrica-por-ana-laura-prates-pacheco/

Back To Top